• Felipe Antunes

Trinity College: 6 fatos que você precisa saber

O Trinity College Dublin é a instituição educacional de alto nível mais antiga da Irlanda e é a melhor em termos de classificação. Fundada em 1592, ela foi lar de algumas das personalidades literárias mais conhecidas da Irlanda - como Oscar Wilde e Samuel Beckett - bem como figuras políticas como Theobald Wolfe Tone, Henry Grattan e a presidente Mary Robinson. Mas esta prestigiosa universidade ainda guarda alguns segredos. Vamos descobrir alguns?


1) Não foi a primeira universidade da Irlanda


Embora referida muitas vezes como a universidade mais antiga da Irlanda, Trinity não foi a primeira a se estabelecer aqui. Em 1311, o Papa Clemente V recebeu uma petição do então Arcebispo de Dublin para emitir uma bolsa papal para a construção da primeira universidade de Dublin. A Universidade Medieval de Dublin foi fundada em 1320, mas sofreu com a falta de fundos nos dois séculos seguintes e desapareceu durante a Reforma Protestante.


2) Nem sempre foi no centro da cidade


Embora agora no coração da cidade, na época de sua fundação, a Trinity College estava localizado fora e a leste da cidade murada de Dublin. Conforme a população cresceu e se desenvolveu na capital, os limites da cidade se espalharam rapidamente. Durante o redesenho de Dublin no século XVIII, as áreas circundantes de Dame Street, Westmoreland Street e D'Olier Street foram estabelecidas através do alargamento de ruas medievais anteriormente estreitas.


3) A Igreja Católica proibiu seus membros de frequentar a Trinity por quase 100 anos


A Trinity College abriu o atendimento aos católicos em 1793, durante a Emancipação. No entanto, mesmo depois de terem sido autorizados a entrar na faculdade, os não anglicanos ainda foram proibidos de ganhar posições de prestígio dentro da universidade - como se tornar um acadêmico, bolsista ou professor - por mais oitenta anos. Pouco antes de essas regras serem removidas, a Igreja Católica proibiu os católicos de estudar em Trinity em 1871. A proibição durou até 1970.


4) Os alunos têm medo de passar por baixo do campanário



O icônico campanário de granito (The Campanile) - ou torre sineira - na praça da frente do Trinity College foi construído em 1853, com mais de 30 metros de altura. Os turistas se aglomeram neste pitoresco monumento de frente para o portão principal da faculdade, mas os alunos são um pouco mais cautelosos, devido a uma superstição que afirma que qualquer aluno que tenha a infelicidade de passar por baixo dele enquanto o sino toca será reprovado nos exames da faculdade. No dia da formatura, um passeio comemorativo sob o campanário é um rito de passagem, já que agora não precisam mais se preocupar em serem reprovados.

5) Tem uma cópia de cada livro impresso na Grã-Bretanha e na Irlanda


A biblioteca da Trinity tem direito - devido ao seu status de biblioteca de depósito legal - a pelo menos uma cópia de cada publicação, gratuita, publicada na Irlanda. Também tem direito a qualquer livro publicado no Reino Unido, mediante solicitação. Estabelecido em Trinity em 1801, o status de depositário legal rendeu à biblioteca um estoque de mais de cinco milhões de livros, a maioria mantidos fora do campus, mas disponíveis para encomenda. Os ex-alunos da Trinity continuam a ter o direito de usar este serviço incrível após a formatura.


6) Os alunos têm acesso ilimitado ao Livro de Kells



Os alunos do Trinity College têm outra vantagem cultural, pois podem ver o Livro de Kells - também conhecido como 'o melhor tesouro nacional da Irlanda' - gratuitamente, quando quiserem. O antigo manuscrito ilustrado contendo os quatro evangelhos está em exibição na Antiga Biblioteca do colégio desde 1661. A entrada custa ao público uma taxa a partir de € 11, mas os alunos da Trinity o visitam de graça, sempre que quiserem. O acesso à biblioteca onde ele fica também é ilimitada e ela é tão marcante que algumas cenas de Harry Potter foram gravadas ali.



63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo