• Felipe Antunes

Trabalhar na Irlanda: dicas, oportunidades e como validar seu diploma

Sair do Brasil e ir morar em um país completamente diferente em língua, mercado de trabalho, cultura e costumes é um baita desafio. Verdade seja dita: demora um tempo para que você consiga começar a atuar na sua área de formação ou preferência quando você vem para a Irlanda. A maioria dos imigrantes vem para cá e de início começam com trabalhos mais fáceis de conseguir, como au pair, cleaner, garçonete, atendente, etc.


Com isso, já podemos te passar uma primeira dica muito valiosa: tenha sua mente aberta no mercado de trabalho na Irlanda. Se jogue de cara e aceite qualquer proposta que você julgue boa, mesmo que a função não seja ideal. Aqui, toda experiência é válida e pode te ajudar muito a se estabelecer por aqui. Vamos falar um pouco mais sobre isso?



Visto de trabalho na Irlanda


As permissões de trabalho hoje na Irlanda são muitas. Ao todo, são nove tipos de visto os quais você pode aplicar. Vamos falar aqui brevemente dos três tipos mais importantes e mais cobiçados por intercambistas e imigrantes.


  • Stamp 2: esse é o famoso visto de estudante que permite que você trabalhe. Enquanto estiver em período de aulas, é permitido trabalhar 20 horas por semanas e, nas férias, você pode estender sua jornada para 40 horas semanais. Muitas pessoas podem (e vão) te falar que trabalharam mais e que não tiveram problemas. No entanto, vale ressaltar que você pode sim, ter problemas com a imigração por causa disso.

  • General Employment Permit: para tirar esse visto você precisa estar com uma proposta de emprego em mãos. Existe uma lista bem extensa de funções que não são inelegíveis para esse visto. Além disso, sua renda anual mínima deverá ser de 30 mil euros para aplicar nesse visto. Em alguns casos específicos, esse mínimo pode ser reduzido para 27 mil euros por ano. Para tirar esse tipo de visto, confira bem as exigências e faça sua aplicação pelo DETE.

  • Critical Skills Employment (novo nome do Green Card): quem pode conseguir esse visto são aqueles que exercem profissões consideradas essenciais para a evolução econômica do país e que o mercado de trabalho atual irlandês não consegue suprir. A oferta de trabalho deve ser, no mínimo de 2 anos, com remuneração anual mínima de 32 mil euros.

Validar seu diploma para trabalhar na Irlanda


É necessário validar seu diploma para trabalhar na Irlanda? Não. Mas, é uma prática que pode te ajudar muito, principalmente se você pretende trabalhar na sua área de formação. Então, vamos dar uma olhada em como você pode fazer isso?


  1. Antes de tudo você precisa verificar se sua formação é passível de reconhecimento, no site Quality and Qualifications Ireland. Uma coisa que posso te adiantar é que todas as Licenciaturas e Bacharelados do Brasil são passíveis de reconhecimento.

  2. Escolha seu tipo de formação, faça o download da Declaração de Compatibilidade e Imprima.

  3. Apresente junto à Declaração de Compatibilidade uma tradução juramentada.


Se seu curso não estiver na lista do QQI, você ainda pode validar seu diploma! No entanto, o processo é um pouco mais complexo e está sujeito à negação da validação. No entanto, acreditamos que vale a pena tentar!


Como conseguir emprego na Irlanda


Assim como no Brasil, o LinkedIn é o principal canal de relacionamentos profissionais aqui na Irlanda. Por isso, antes de procurar emprego em qualquer outro lugar, interaja por lá, coloque seu perfil em inglês e procure fazer conexões com profissionais da Irlanda que atuam na área que você deseja entrar. Outra tática muito bacana que funciona em qualquer lugar do mundo é começar a produzir conteúdo por lá para chamar atenção dos recrutadores!


No entanto, se você quer diversificar muito os seus canais, dê uma olhada nessas plataformas de vagas que podem ser muito interessantes:


  • Neuvoo: assim como no Brasil temos plataformas muito famosas como o Vagas.com, na Irlanda o Neuvoo é muito famoso. A plataforma possui versão em português e conta com uma grande diversidade de vagas.

  • IrishJobs.ie: também muito influente e grande na Irlanda é este, que te permite entrar em contato com agências de recrutamento ou diretamente com o contratante. Aqui, o diferencial é poder criar alertas que chegam no seu e-mail para certas funções, descrições e cargos.

  • Monster.ie: famoso na Europa em geral, esse site também conta com muitas oportunidades de vagas na Irlanda. O mais interessante é que você pode personalizar bastante seu currículo, inclusive colocando uma cover letter, que não é muito comum no Brasil, mas muito popular aqui na Europa.

Networking é tudo!


Aquele velho ditado, que também vale bastante por aqui: networking é tudo. Por isso, chegando na Irlanda, procure fazer amizades, principalmente com outros brasileiros. Isso porque eles podem te indicar para uma antiga empresa ou até mesmo te ajudar a conseguir um emprego.


Se você quer se conectar com essa comunidade agora mesmo, venha conhecer o Via Brasil: o único marketplace da Irlanda feito por brasileiros e para brasileiros.


66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo