• Felipe Antunes

Como escrever uma carta de apresentação

Destrinchar listas de empregos online, enfeitar seu currículo, preparar-se para entrevistas exaustiva, nada disso é muito divertido, certo? Para muitos, a parte mais desafiadora do processo é escrever uma carta de apresentação eficaz. Há tantos conselhos conflitantes por aí, que é difícil saber por onde começar. Por isso, confira essas dicas principais para escrever uma carta de apresentação incrível!



1) Faça sua pesquisa primeiro


Antes de começar a escrever, descubra mais sobre a empresa e o trabalho específico que você deseja. Claro, você deve ler atentamente a descrição do trabalho, mas também ler o site da empresa, os feeds do Twitter de seus executivos e os perfis dos funcionários no LinkedIn. Esta pesquisa o ajudará a personalizar sua carta de apresentação, já que você não deve enviar uma genérica. Também o ajudará a decidir o tom certo.


Se possível, entre em contato com o gerente de contratação ou outra pessoa que você conhece na empresa antes de escrever sua carta de apresentação. Você pode enviar um e-mail ou uma mensagem do LinkedIn fazendo uma pergunta inteligente sobre o trabalho. Dessa forma, você pode começar sua carta referenciando a interação. Você pode dizer: “Obrigado pela conversa útil da semana passada” ou “Falei recentemente com fulano na sua empresa”. Claro, nem sempre é possível entrar em contato com alguém, ou talvez você não receba uma resposta, tudo bem, ainda vale a pena tentar.


2) Fale do futuro


Embora seu currículo deva ser uma retrospectiva de sua experiência e de onde você esteve, a carta de apresentação deve se concentrar no futuro e no que você quer fazer. Pode ser útil pensar nisso como a ponte entre o passado e o futuro que explica o que você espera fazer a seguir e por quê. Por causa da pandemia, há menos expectativa de que você se candidatará a um emprego que já fez antes, por exemplo. Há milhões de pessoas que estão fazendo mudanças de carreira (voluntária ou involuntariamente) e precisam girar e repensar como seu conjunto de habilidades se relaciona com um papel ou setor diferente. Você pode usar sua carta de apresentação para explicar a mudança que está fazendo. Pense nisso como uma oportunidade de venda suas habilidades transferíveis.


3) Tenha uma boa introdução


As pessoas normalmente escrevem a si mesmas na carta com “Estou me candidatando a um emprego X que vi no lugar Y” e isso é um desperdício. Em vez disso, lidere com uma forte frase de abertura. Comece com o por que esse trabalho é empolgante para você e o que você traz para a mesa. Por exemplo, você pode escrever: “Sou um profissional de arrecadação de fundos com mais de 15 anos de experiência procurando uma oportunidade de aplicar minhas habilidades de novas maneiras, e adoraria trazer minha experiência e entusiasmo para sua equipe de desenvolvimento em crescimento”. Em seguida, você pode incluir uma frase ou duas sobre seu histórico e sua experiência relevante, mas não refaça seu currículo.


Provavelmente, o gerente de contratação ou recrutador está lendo uma pilha deles, então você quer chamar a atenção. Mas não tente ser engraçado. Afinal, o humor muitas vezes pode cair por terra ou soar como narcisismo.


Se você tem uma conexão pessoal com a empresa ou alguém que trabalha lá, também mencione isso na primeira frase ou duas. E sempre envie sua carta diretamente a alguém. Com as redes, muitas vezes é possível encontrar o nome de um gerente de contratação.

4) Enfatize seu valor pessoal


Os gerentes de contratação estão procurando pessoas que possam ajudá-los a resolver problemas. Com base na pesquisa que você fez anteriormente, mostre que você sabe o que a empresa faz e alguns dos desafios que ela enfrenta. Eles não precisam ser específicos, mas você pode mencionar como o setor foi afetado pela pandemia. Por exemplo, você pode escrever: “Muitas empresas de saúde estão sobrecarregadas com a necessidade de fornecer cuidados de alta qualidade, protegendo a saúde e a segurança de seus funcionários”. Em seguida, fale sobre como sua experiência o equipou para atender a essas necessidades; talvez explique como você resolveu um problema semelhante no passado ou compartilhe uma conquista relevante. Você quer fornecer evidências das coisas que o diferenciam.


Lees ressalta que existem duas habilidades que são relevantes para quase qualquer trabalho no momento: adaptabilidade e capacidade de aprender rapidamente. Se você tiver breves exemplos que demonstram essas habilidades, inclua aqueles. Por exemplo, se você apoiou sua equipe na mudança para o trabalho remoto, descreva como você fez isso e quais recursos você usou.


5) Transmita entusiasmo


Quando você não é contratado, geralmente não é por falta de habilidades, é porque as pessoas não acreditaram na sua história, que você queria o trabalho ou sabia no que estava se metendo. Os gerentes de contratação vão com o candidato que fez parecer que esse é o emprego dos seus sonhos. Então deixe claro por que você quer a posição, o entusiasmo transmite personalidade. Não se preocupe em se inscrever se você não estiver animado com algum aspecto da empresa ou função.


6) Cuidado com o tom


Ao mesmo tempo, não exagere ou diga qualquer coisa que você não queira dizer. A autenticidade é crucial. Mesmo que você esteja sem trabalho há meses e aceitasse qualquer emprego neste momento, você quer evite parecer desesperado. Você não quer que seu tom prejudique sua mensagem, então seja profissional e maduro. Uma boa regra é se colocar no lugar do gerente de contratação e pensar sobre o tipo de linguagem que o gerente de contratação usaria com um dos clientes da empresa. Claro, pode ser difícil discernir seu próprio tom por escrito, então você pode precisar pedir a alguém para revisar um rascunho (o que é sempre uma boa ideia de qualquer maneira).


7) Seja breve


Muitos dos conselhos por aí dizem para respeitar o máximo de uma página, mas ainda mais curto é melhor. Deve ser breve o suficiente para que alguém possa lê-lo rapidamente. Você tem que cobrir muito terreno, mas você deve fazê-lo sucintamente. É aqui que pedir a um amigo, ex-colega ou mentor para revisar pode ser útil. Peça a eles que leiam e indiquem lugares onde você pode cortar.


Então, gostou dessas dicas? Agora é colocar a mão na massa e escrever a sua! Se quiser continuar aprendendo, talvez você também goste de “Trabalhar na Irlanda: dicas, oportunidades e como validar seu diploma”.


21 visualizações0 comentário